18
Novembro

MODELO RELATIVÍSTICO COM INTERAÇÃO EFETIVA PARA NANOTUBOS DE CARBONO

Publicado em Física

Neste trabalho, estudaremos um modelo relativístico com interação efetiva para nanotubos de carbono, onde descreveremos as propriedades termodinâmicas do modelo. Nosso problema será considerar uma abordagem relativística partindo de uma densidade de Lagrangiana com termos de interações efetivas, escalar e vetorial. Este modelo é completamente resolvido num sistema de coordenadas cilíndricas que reflete aplicações para nanotubos de carbono. A geometria cilíndrica de nanotubos confere propriedades únicas em sistemas quânticos de muitos corpos restritos a uma análise na sua superfície. Estamos interessados em investigar para esses nanotubos as propriedades termodinâmicas para um sistema de elétrons na superfície cilíndrica mediante uma interação efetiva de contato entre os elétrons. A partir de resultados experimentais para a função trabalho do grafeno (WFG = 4.8 eV) foi possível parametrizar o modelo. Nossos resultados permitem verificar uma diferença entre as duas versões do modelo, não relativística e relativística. Uma comparação exaustiva entre essas duas versões é expressada. Na versão relativística, também resolvida analiticamente, pôde-se verificar que a geração dinâmica de massa está plenamente associada à abertura de “gaps” entre as bandas de condução e valência.

Projetos

Física e Nanotecnologia
Física e Educação
Robótica Aplicada
Neurofísica
Sistemas Complexos